Transcrição do vídeo “Jesus, a Razão da Nossa Páscoa”

Os membros da Igreja Oikos (igreja onde congrego) encenaram esse texto na páscoa. Como não havia encontrado na internet, resolvi transcrevê-lo e postar aqui, para que outras pessoas possam fazer o mesmo.

Então, lá vai!

Deus te ama. Fato! Deus te ama, mas no mundo terás aflições. Sim, no mundo terás aflições, dores, sofrimentos. No mundo terás aflições, frustrações, decepções, desemprego, morte, câncer, cegueira, depressão. No mundo terás diabetes, dívidas, retrocesso, abandono, erro, ausência, divórcio, falência. No mundo terás nudez, perigo, guerra, espada, esterilidade, prisão. No mundo terás crises, problemas, saudade, solidão.

Porque os velozes nem sempre vencem a corrida, os valentes nem sempre triunfam na guerra, os sábios nem sempre tem comida, a riqueza nem sempre é dos prudentes e a honra nem sempre é dos inteligentes. Porque o tempo e a sorte pertencem a todos.

E no silêncio e na solidão, você desconfia. Aí você duvida. Porque Deus te ama, mas não prometeu te privar de tudo isso. Porque nem ao seu próprio filho poupou. E Jesus sabe o que é padecer aflições.

No Getsêmani Jesus orou em grande agonia e nem por uma hora seus discípulos puderam lhe fazer companhia. Na flagelação, sua pele foi dilacerada e com uma coroa de espinhos sua cabeça foi coroada. Sobre suas vestes lançaram sorte e Ele levou em seus ombros o instrumento de sua própria morte. Seu corpo, em chagas, foi moído como um vaso na mão do oleiro. E assim Jesus foi erguido, pregado, crucificado no vio madeiro. O ar entrava em seu pulmão, mas não saía. Jesus estava sendo envolvido pela iminente asfixia. Ele enfrentou as dores, o martírio, a humilhação, o pecado da humanidade, todos os seus desgastes. E como filho Ele clamou:

“Meu Deus, meu Deus! Por quê me desamparastes?”

E morrendo assim, de maneira atroz, Jesus entregou ao pai seu espírito, cumprindo Sua obra de morrer por todos nós.

Apenas um grande amor é capaz de um grande entrega. Você não passa por nada sozinho, você não enfrenta nada sozinha. Deus não prometeu a ausência do sofrimento, mas Ele prometeu sua própria presença, todos os dias.

Olhe para a cruz e veja Jesus morrendo por você. Olhe de novo e a cruz está vazia. Olhe para o sepulcro e veja o corpo de Jesus ali. Olhe de novo e o túmulo está vazio, porque Ele ressuscitou! Olhe para o céu e veja Jesus assentado à direita de Deus. Olhe de novo e, em breve, Ele não estará mais lá, pois descerá para buscar você, filho amado, igreja amada.

Foi, é, e será sempre por você. Pra que você tenha vida, qualidade de vida. E vida em abundância. Tudo isto porque Deus te ama e você pode confiar no amor que Deus tem por você.

Caso tenha alguma correção para ser feita, me informa nos comentários.

Todo o crédito é da Adelita Siqueira, que encenou o monólogo no Congresso Internacional de Louvor Diante do Trono, na Igreja Batista da Lagoinha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.